Manual de Limpeza

Este Manual de Uso, Limpeza e Conservação de Esquadrias de Alumínio e seus Componentes, foi elaborado com o objetivo de permitir aos seus usuários a utilização contínua de portas e janelas com o máximo de conforto, bem como indicar a melhor maneira de limpar e conservá-las, para que mantenham suas características de funcionalidade ao longo de sua vida útil. Deve ser lido com muita atenção por todos os ocupantes, usuários, e responsáveis pela limpeza e conservação do imóvel, que deverão observar as condições de manejo das suas partes móveis, alertando a todos e em especial às crianças quanto à segurança no abrir e fechar de portas e janelas.

Limpeza

Para que as esquadrias de seu imóvel se mantenham como novas, em perfeito funcionamento por muitos anos e vigorem as garantias estabelecidas no Termo de Garantia, devem ser seguidas atentamente as seguintes recomendações.

1- A limpeza de todas as suas partes e componentes, inclusive vidros, deverá ser feita com a utilização de uma solução de água e detergente neutro a 5%, com o auxílio de esponja ou pano macio, observando os seguintes intervalos de tempo:

• No mínimo a cada 12 (doze) meses em zona urbana ou rural;
• No mínimo a cada 3 (três) meses em zona marinha ou industrial;

Não utilizar para limpeza das guarnições de vedação os seguintes materiais: vaselina, combustíveis em geral, solventes, ácidos diluídos, querosene, lubrificantes sintéticos, benzeno, óleo mineral, thiner, tolueno e toluol.

Não usar em hipótese alguma, detergentes saponáceos, esponjas de aço ou material áspero, lixas, abrasivos, produtos ácidos ou alcalinos, produtos derivados de petróleo, objetos cortantes ou perfurantes para auxiliar a limpeza de locais de difícil acesso (neste caso, usar pincel de cerdas macias embebido em solução de uso permitido).

2- As portas e janelas exigem que seus trilhos inferiores, superiores e laterais sejam mantidos limpos, inclusive durante e após a instalação na obra até a sua conclusão, evitando o acúmulo de poeiras, restos de argamassa, massa PVA, tintas, gesso ou outros materiais, que rapidamente vão se compactando pela ação de abrir e fechar, transformando-se em crostas de difícil remoção comprometendo o desempenho das roldanas, escovas e, sobretudo, entupindo os orifícios das caixas de dreno, exigindo sua substituição precoce. As caixas de dreno devem ser limpas pelos usuários a cada 03 (três) meses, ou menos, em caso de chuvas, a fim de prevenir entupimentos decorrentes de poeira, pó, fuligem, etc., que impossibilitarão a adequada drenagem da água acumulada nos perfis inferiores das esquadrias.

Lubrificação

Todas as articulações rodízios e roldanas possuem sistema de autolubrificação, dispensando o uso de qualquer tipo de graxa ou óleo, que podem causar danos aos componentes.

Regulagem dos braços articulados dotados de freio

As janelas do tipo maxim-ar são dotadas de braços articulados com freios reguláveis. Por ocasião da revisão final de entrega das esquadrias, o fabricante faz os ajustes adequados a um bom funcionamento. Caso necessário, uma nova regulagem só deverá ser feita por profissional especializado, para evitar que um ajuste inadequado venha a danificar os perfis de fixação e outras partes móveis, pondo em risco a integridade da peça, a segurança do usuário e de terceiros.

As janelas maxim-ar permitem a limpeza da face externa dos vidros, já que podem bascular até a posição horizontal. Contudo, imediatamente após concluída a limpeza, a janela deve retornar à posição de uso normal (até cerca de 45º com o sentido vertical), já que os braços de articulação não foram dimensionados para esforços de arrancamento decorrentes de ventos ascendentes.

Paredes e Revestimentos Externos

Cuidados especiais em caso de pintura das paredes e limpeza de revestimentos externos

• Antes de executar qualquer tipo de pintura, proteger as esquadrias com fitas adesivas de PVC (evitar o uso de fitas tipo “crepe”, que deixam manchas nos perfis depois de retiradas).

• Mesmo utilizando fitas de PVC, retirá-las imediatamente após o término da pintura, para evitar que seus componentes adesivos possam danificar as peças por contato prolongado. Caso haja contato da tinta com a esquadria, limpar imediatamente com pano seco acompanhado de pano umedecido em solução de água e detergente neutro.

• Na limpeza de fachadas com soluções corrosivas ou abrasivas de qualquer espécie, não permitir em hipótese alguma o contato destes produtos com as esquadrias.

• Se utilizadas máquinas de alta pressão, evitar a aplicação do jato de água nas partes calafetadas com silicone ou qualquer outro material, para que não haja o arrancamento destes elementos protetores contra infiltrações.

• Especial atenção deve ser dada ao acúmulo nos perfis inferiores de pó, poeira e outros resíduos decorrentes de lixamento ou pintura de paredes, forros ou revestimento de gesso, etc., que podem acarretar danos à superfície dos perfis além de entupimento das caixas de dreno.

Ação das chuvas e ventos
Cuidados especiais quanto à ação das chuvas e dos ventos nas esquadrias

• As janelas maxim-ar devem ser objeto de especial atenção quando abertas em presença de ventanias, devendo ser fechadas e travadas com o auxílio de seu fecho central, já que rajadas de ventos ascendentes que ocorrem pelas fachadas em direção ao topo da edificação, podem abrir e desprender a folha de sua estrutura de fixação, arremessando-a contra objetos e pessoas.

• As janelas e portas de correr oferecem menos risco em relação a ventos fortes. Porém, quando não totalmente travadas ou na posição semi-aberta, a resistência do conjunto fica comprometida, haja vista que a contra-força à ação de rajadas e ventos é obtida pelo encaixe dos perfis verticais, que se complementam estruturalmente.

• Deve-se manter as caixas de dreno e os orifícios de drenagem, assim como os trilhos inferiores, sempre bem limpos e livres de resíduos de qualquer espécie, a fim de evitar o borbulhamento e conseqüente vazamento de água para o interior do ambiente.